sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Dia de Alterar Distâncias


Distância tem sido a principal palavra para descrever a minha vida e a vida desta página, nestes últimos meses. Sem acesso a uma televisão com transmissão dos jogos do Sporting, muitas vezes o relato no twitter da conta tem sido feito apenas através de notificações. Estou, portanto, um pouco ausente do que tem sido o Sporting (em todas as modalidades) e a realidade do desporto português. Porém, com muito esforço, tempo aproveitar cada momento para me pôr a par da Liga NOS.

Na semana passada, consegui ver o jogo entre Belenenses e Chaves (ainda consegui ver o Paços de Ferreira - Sporting, diga-se já de passagem) e já deu para ter um pouco a ideia do que podemos esperar.
Como é óbvio, ou devia ser, vamos esperar o mesmo Belenenses que surpreendeu em Alvalade na época passada, já sob orientação de Domingos Paciência. Trata-se de uma equipa que prefere apostar nos contra-ataques a ter a posse de bola.
Diogo Viana e Nuno Tomás foram, claramente, dos melhores jogadores em campo, num jogo resolvido por Matheus Pereira, jogador emprestado, pelo Sporting, ao Desportivo de Chaves. Aliás, Domingos Duarte também foi titular e fez uma boa partida.

Atualmente 9º classificado mas a apenas um ponto do 6º lugar, ocupado pelo Rio Ave, o Belenenses tem sido uma equipa com bastantes altos e baixos. Neste momento, passa pela pior fase negativa, com duas derrotas na Liga e um empate na fase de grupos da Taça da Liga. É uma equipa que raramente marca nas derrotas, por isso, um golo poderá ser já meio caminho para a vitória... ou então não, visto que, desde o empate 0-0 frente ao Tondela a 5 de fevereiro, somou mais 6 empates em todos os jogos oficiais, todos eles por 1-1, incluindo o amigável frente ao Sporting a 7 de julho deste ano.

Mas se o Belenenses vive de momentos, do lado do Sporting podemos falar de um momento positivo, com três vitórias importantíssimas em 3 competições diferentes, garantido a passagem na Taça de Portugal, a garantia da Liga Europa com ainda uma possível passagem na Liga dos Campeões e uma redução de distâncias para o primeiro classificado, o FC Porto.

Primeiro classificado esse que hoje defronta o terceiro classificado, o SL Benfica, logo após o final do jogo do Sporting CP. A conjugação dos dois resultados poderá garantir ao Sporting o encurtamento ou aumento de distâncias para cada um dos adversários ou a 'permanência classificativa' em caso de empate nas duas partidas. Se me perguntarem que resultado prefiro, apenas um que inclua a vitória do Sporting. De resto, tanto faz meus amigos, continuamos a depender apenas de nós.

Sem comentários:

Publicar um comentário